Brasil Aloe Vera Forever Brasil Aloe Vera Forever
Voltar à Região
Nossa Cidade SANTO ANDRÉ Nossa Cidade Fale Conosco

SANTO ANDRÉ - SP

" Cidade Futuro "
Aniversário - 08 de ABRIL (1553)

Cidade de Santo André

MAPA DA CIDADE DE SANTO ANDRÉ
Fonte: Google Maps



SOBRE A CIDADE DE SANTO ANDRÉ

Área da unidade territorial: 175 Km2
Latitude do distrito sede do município: -23,66389°
Longitude do distrito sede do município: -46,53833°
Altitude: 755 m
Gentílico: andreense

Prefeito 2013/16: Carlos Alberto Grana - PT 13

População de Santo André
Resultado da Estimativa
IBGE-2013: 704.942 hab.

Fundo de Participação dos Municípios
FPM-2013: R$ 41.513.170,97

Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica
e de Valorização dos Profissionais da Educação
FUNDEB-2013: R$ 117.477.768,45


DADOS ANTERIORES
Prefeito 2009/12: Aidan Antonio Ravin- PTB 14
Estimativa Populacional IBGE-2012: 680.496 hab.
Fundo Part. Municípios FPM-2012: R$ 37.613.235,05
Participação FUNDEB-2012: R$ 102.945.704,74
Estimativa Populacional IBGE-2011: 678.485 hab.
Fundo Part. Municípios FPM-2011: R$ 37.663.437,49
Participação FUNDEB-2011: R$ 91.838.329,60
CENSO Populacional IBGE-2010: 676.407 hab. (*)
Fundo Part. Municípios FPM-2010: R$ 29.845.390,53
Participação FUNDEB-2010: R$ 72.117.431,63
Estimativa Populacional IBGE-2009: 673.396 hab.
Fundo Part. Municípios FPM-2009: R$ 27.903.444,21
Participação FUNDEB-2009: R$ 54.308.143,54
Prefeito 2005/08: João Avamileno - PT
Estimativa Populacional IBGE-2008: 671.696 hab.
Fundo Part. Municípios FPM-2008:R$ 30.225.236,72
Participação FUNDEB-2008: R$ 46.342.270,93
Estimativa Populacional IBGE-2007: 667.891 hab. (*)
Fundo Part. Municípios FPM-2007: R$ 24.126.254,58
Participação FUNDEB-2007: R$ 38.019.007,07
Estimativa Populacional IBGE-2006: 673.234 hab.
Fundo Part. Municípios FPM-2006: R$ 21.322.249,84
Participação FUNDEF-2006: R$ 20.483.536,64
Estimativa Populacional IBGE-2005: 669.592 hab.
Fundo Part. Municípios FPM-2005: R$ 19.427.088,43
Participação FUNDEF-2005: R$ 17.984.164,57
Estimativa Populacional IBGE-2004: 665.923 hab.
Fundo Part. Municípios FPM-2004: R$ 15.650.761,39
Participação FUNDEF-2004: R$ 15.880.542,69


Resultados do Universo do Censo 2000

Valor do Fundo de Participação dos Municípios (FPM):
R$ 10.884.085,36

População residente
Total: 649.331
Homens: 313.815
Mulheres: 335.516
Urbana: 649.331
Rural: 0

População residente de 10 anos ou mais de idade
Total: 552.571
Alfabetizada: 529.664
Taxa de alfabetização: 95.9%

(2004)
Estabelecimentos de ensino pré-escolar: 243
Estabelecimentos de ensino fundamental: 202
Estabelecimentos de ensino médio: 80
Hospitais: 09
Agências bancárias: 83

Fonte: IBGE

(*) Resposta do IBGE à nossa indagação sobre a Contagem da População 2007, em relação às estimativas anteriores:

A estimativa da POPULAÇÃO baseia-se, dentre outros aspectos, na série histórica para as populações, onde a tendència do conjunto de dados influi no valor estimado.
Os resultados do CENSO DEMOGRÁFICO (2000) e da CONTAGEM DA POPULAÇÃO (2007), apresentam uma maior consistência, visto que são obtidos após trabalho de campo, onde os domicílios são pesquisados.
Observa-se ainda que os novos resultados do CENSO DEMOGRÁFICO e da CONTAGEM DA POPULAÇÃO irão compor a série para novas estimativas.


BREVE HISTÓRIA DE SANTO ANDRÉ

No início do século 16 os países que tivessem terras onde pudessem explorar as riquezas minerais, em especial ouro e prata, estavam à frente dos demais pois essas eram as moedas correntes, indicadoras de riqueza. Explica-se por aí o interesse pelas terras dessa vasta colônia portuguesa. Devido a vários ataques às suas terras, a partir de 1530 Portugal intensificou a colonização das costas brasileiras. Nesse contexto é enviado para cá, por ordem de D.João III, rei de Portugal, Martim Afonso de Souza com a incumbência de fundar vilas para fortificar o litoral.

Aliada a essa história está a figura de João Ramalho, português que representava, nesse momento, uma porta de entrada para o contato com os índios e para a colonização, pois ele conhecia algumas tribos e conseguia se comunicar com elas.

Em contrapartida a sua ajuda, João Ramalho solicitava, desde o início, que o local em que vivia, situado acima da Serra do Mar, fosse transformado em vila. Sua petição foi negada durante vários anos, pois pretendia-se povoar o litoral e não o interior. Seu pedido foi atendido apenas em 8 de abril de 1553, quando foi criada a vila pelo Governador Geral Tomé de Souza. Seu nome era Santo André da Borda do Campo.

Nesse período, a busca de metais impulsionou as entradas para o interior e a vila foi se desenvolvendo. Os jesuítas, instalados em São Vicente, tinham interesse em transferir seu colégio para próximo dessa região, nos campos de Piratininga, pois havia uma grande evasão de pessoas do litoral para o interior. Tal fato ocorreu a 25 de janeiro de 1554, com a criação da Aldeia de São Paulo de Piratininga.

Dificuldades de subsistência e de proteção fizeram com que a vila de Santo André fosse transferida para São Paulo de Piratininga em 1560, através de proposta do Padre Manoel da Nóbrega ao Governador Geral Mem de Sá.

A partir de então, Santo André deixou de existir enquanto unidade administrativa, passando a ser um bairro de São Paulo. A região passou por um período de estagnação, tornando-se local de passagem entre o Porto de Santos, a capital e o interior. No entanto, já em 1561, grande parte das terras foi concedida como sesmaria a Amador de Medeiros, ouvidor da Capitania de São Vicente. Boa parte dessa sesmaria foi repassada, em 1637, à Ordem de São Bento, formando-se ali a Fazenda São Bernardo, área atualmente ocupada em grande parte pelo município de São Bernardo do Campo. Outra área importante de domínio dos beneditinos era a Fazenda São Caetano, doada à Ordem em 1631 pelo Capitão Duarte Machado e sua esposa Joana Sobrinha. As outras terras eram menores e foram passando por vários donos até o início do século 20, quando foram loteadas (...)

Em 1889, quando foi criado o município de São Bernardo, este nasceu sob a marca da industrialização, utilizando, predominantemente, a mão de obra de imigrantes. Este município abrangia toda a região do Grande ABC.
As indústrias que se instalavam na nova cidade eram em geral ligadas à produção química, têxtil e de móveis. Além disso, foram surgindo pequenos negócios como carpintarias, funilarias, sapatarias, barbearias, pequenas pensões e restaurantes, que foram dando uma feição mais urbana à região. Nesse contexto ressurge o termo Santo André, nomeando o distrito criado em 1910 e que compreendia áreas próximas à Estação (...)

O distrito de Santo André abrigava na década de 1930 várias indústrias importantes, possuía a Estação de São Bernardo por onde era transportada grande parte dos produtos aqui produzidos e tinha entre seus moradores vários políticos influentes. Tal situação levou à transferência da sede do município de São Bernardo para Santo André, em 1939. Toda a região do Grande ABC, composta por vários distritos, passou, então, a ser denominada pelo nome Santo André.

(...) No entanto, já na década de 1940 iniciaram-se vários movimentos emancipacionistas e os distritos foram tornando-se municípios. Em 1945 foi a vez de São Bernardo do Campo, em 1949 São Caetano do Sul e em 1953 Mauá e Ribeirão Pires. A partir de então Santo André passou a ter uma área de 174,38 quilômetros quadrados, contando com os seguintes distritos: Sede, Capuava e Paranapiacaba

Na década de 1950, além dessas mudanças, outras puderam ser sentidas no que se refere à tipologia das indústrias da região. Com os investimentos estatais e o capital estrangeiro ocorreu um crescimento no setor automobilístico, mecânico, metalúrgico e de material elétrico. Santo André passou a abrigar várias indústrias de auto-peças.

A indústria foi, então, delineando um outro perfil. A mão de obra tornou-se mais especializada e as máquinas mais produtivas. Neste momento a mão de obra deixou de ser determinante para o aumento da produção.

Na década de 1970 houve um momento de expansão e concentração da indústria na Grande São Paulo. Foi o período denominado de "milagre econômico". Na década seguinte o ritmo de crescimento sofreu um decréscimo, culminando com a recessão dos anos 80.

Nos anos 90 a produção industrial continuou desacelerada, com os incentivos fiscais voltados para outras áreas do estado de São Paulo, além das dificuldades de transporte e o custo de mão de obra. O ABC e, em especial Santo André, perdeu várias indústrias. Hoje em dia, há um grande esforço do setor público e da sociedade para a manutenção das indústrias existentes. Além disso, tem-se observado um aumento de atividades nos setores de serviços e no comércio. O desafio do início deste século 21 está relacionado à criação de novas alternativas para a cidade que vai se transformando, garantindo melhores condições de vida a seus moradores.

Suzana Cecília Kleeb
- Historiadora do Museu de Santo André

O Aniversário de Santo André é comemorado em 08 de ABRIL.

Fonte: PM SANTO ANDRÉ

Voltar à Região Portal Nosso São Paulo
www.nossosaopaulo.com.br

Nosso São Paulo

 

 

BANDEIRA DE SANTO ANDRÉ

BRASÃO DE SANTO ANDRÉ

PREVISÃO DO TEMPO EM SANTO ANDRÉ
Fonte: CPTEC/INPE


INFORMAÇÕES ADICIONAIS
(CLICK nos LINKs)

PREFEITURA DE SANTO ANDRÉ

CÂMARA DE SANTO ANDRÉ

JORNAL DE SANTO ANDRÉ

DIÁRIO DO GRANDE ABC

JORNAL DO ABC PAULISTA

JORNAL REPÓRTER DIÁRIO

RÁDIO DE SANTO ANDRÉ

RÁDIO LOCAL

HOTEL DE SANTO ANDRÉ

COLOQUE O SEU HOTEL AQUI

ESTAÇÃO FERROVIÁRIA

COLABORE PARA MANTER ESTE PROJETO
Faça AQUI sua PESQUISA DE PREÇOS, gratuita e sem qualquer compromisso de compra, nas melhores LOJAS DO BRASIL, de qualquer item para sua casa ou trabalho!!! Basta digitar o ITEM desejado (TV, Geladeira, Fogão, MP3, Computador, etc). e pressionar o botão 'Comparar Preços':
Compare Preços
Digite o produto ou marca (ex:"DVD")

Voltar à Região

 

CIDADE DE SANTO ANDRÉ

Acompanhe-nos pelo TWITTER:

PORTAL NOSSO SÃO PAULO
@nossosaopaulo


CLICK AQUI ou no botão com o nome da cidade, no alto da tela, e nos envie a sua
Declaração de Amor a
SANTO ANDRÉ !!!

 

IBEGP